Cultura Moçambicana

     
   
 

A cultura Moçambicana, como a cultura africana em geral, continua a ser apenas associada à arte tradicional. Trata-se de uma falsa ideia que muito tem contribuído para desvalorizar os seus criadores e interpretes contemporâneos.

Certo nacionalismo africano, levando ao exagero a defesa das raízes negras, tem igualmente contribuído para limitar o desenvolvimento da própria cultura africana contemporânea na sua enorme diversidade. Fenómeno em tudo idêntico ao que aconteceu na Europa no século XIX e 1ª.metade do século XX, quando cada país procurou criar uma espécie de arte nacional.

 

Cultura Contemporânea

Arquitectos 

Moçambique, sobretudo no período colonial, produziu excelentes arquitectura, acompanhando o que melhor se fazia no mundo. Entre esses arquitectos, destacam-se Amâncio de Alpoim Guedes, Guerizo do Carmo, Quirino da Fonseca, Miranda Guedes e outros.

Pintores

Malangata, tornou-se a partir dos anos 60, um nome de projecção internacional (www.terravista.pt/bilene/4619). Mas a pintura moçambicana não se fica por aqui. A título de exemplo, destaquemos Angelo de Sousa, Bertina Lopes,João Aires, João de Paulo, Sérgio Guerra, Rui   Calçada Bastos entre muitos outros.

Escritores

Mia Couto é hoje o nome mais sonante das letras moçambicanas (www.terravista.pt/bilene/4040). Entre outros nomes, lembremos Rodrigues Júnior, Guilherme de Melo, Luís Bernardo Honwana, Correia de Matos, etc.   

Poetas

José Craveirinha e Rui Knopfli são incontestavelmente os mais conhecidos, mas não nos podemos esquecer de Alberto Lacerda, Reinaldo Ferreira e tantos outros. (Poesia Africana

http://nicewww.cern.ch/~pintopc/www/africa/africa.html )

 

Músicos

Em construção !

 

 

Site recomendado:

 www.terravista.pt/Bilene/1980 

(criadores moçambicanos de A a Z)

 

 
 

Jornalismo 

Em Construção !

 
 

Arte Tradicional

Escultura Maconde

A escultura dos macondes, no norte de Moçambique é uma das artes tradicionais mais conhecidas. Os macondes, de origem ética bantu, habitam uma vasta região da África Oriental. O vale do Rio Rovuma, corta o planalto maconde que se extende do norte de Moçambique ao sul da Tanzânia. Povo de agricultores instalados numa região árida, os seus escultores trabalham a madeira desde tempos remotos. O ébano é o material mais utilizado.

 
    
 

Moçambique

Indicadores. História . Geografia . Províncias . Cronologia . MapasEducação . Cidades . Geopolítica  . Turismo .

Etnias. SOS. Figuras. Clima . Cultura .

Economia . LigaçõesComunicação Social . Partidos Políticos . Religiões . Bibliografia

 

 

Em Foco | Portugal | Europa | Mundo | Histórias | Memórias | Contactos

Para nos contactar:


Imigrantes Somos Todos !
Director: Carlos Fontes